Cirurgia para tratamento de Papilomas

A papilomatose laríngea é uma doença causada pelo vírus do papiloma humano, onde verrugas (papilomas) se formam sobre as cordas vocais. Apesar de benigna, a doença é considerada grave, visto que, além de gerar rouquidão, pode obstruir completamente a respiração e determinar quadros emergenciais, se não for adequadamente tratada. A cirurgia para remoção dos papilomas é feita sob anestesia geral, com acesso endoscópico (pela boca) e auxílio de microscópio cirúrgico. Para tanto, dispõe-se de instrumentos “frios”(micropinças e microtesouras), “quentes” (LASERs ou cautérios) e microdebridadores, forma mais atual e segura. A questão principal quando se fala em cirurgia de papilomas diz respeito à recorrência das lesões. A despeito de cirurgias bem realizadas, os vírus localizados em células próximas às lesões, que ainda não parecem estar infectadas, voltam a se proliferar e determinam o reaparecimento da doença. Por este motivo a cirurgia com o microdebridador tem sido a preferência dos grandes centros em laringologia e voz, visto que permite a retirada do maior número possível de lesões com mínimo dano ao tecido restante. Para controle da recorrência, acredita-se que a remoção dos novos papilomas deva ser feita o mais precocemente possível. Além disso, protocolos de pesquisa sugerem o uso de drogas antivirais e estimulantes da imunidade, que parecem promissores. As vacinas anti papiloma vírus já existem e devem brevemente fazer parte do arsenal terapêutico desta doença.

Clínica de Otorrinolaringologia Gavazzoni Ltda.

Rua Nunes Machado, 472 cj 304 - Rebouças

Curitiba - Paraná - CEP: 80240-000

 

  • Instagram - Cinza Círculo
  • Facebook Metallic

Copyright 2013 - Todos os direitos reservados

Clínica de Otorrinolaringologia Gavazzoni Ltda.